Entrevista com a Liga Acadêmica de Fisioterapia da UNIB

Autor(a):

Liga Acadêmica de Fisioterapia Multidisciplinar da Universidade Ibirapuera

Os membros da Liga Acadêmica do curso de Fisioterapia contaram um pouco sobre a importância, os objetivos e as atividades do grupo.

Conte sobre o início. Quando e como surgiu a necessidade de criar uma Liga Acadêmica?

O Profº Wladimir Musetti Medeiros comentou que em outra instituição existia uma Liga Acadêmica. Assim, abraçamos essa ideia e fizemos a nossa Liga na Universidade Ibirapuera.

A criação do Estatuto da Liga teve orientação dos docentes?

Sim. O Profº Wladimir nos orientou com relação a isso. Toda Liga Acadêmica precisa ter um Estatuto. Então, pesquisamos e montamos um que se encaixasse no nosso perfil. O aluno Walter Rodrigues da Silva, membro da Liga, fez todo o desenvolvimento.

Qual a importância da existência da Liga para o curso de Fisioterapia?

A Liga Acadêmica abriu um leque de opções, não apenas para a nossa turma, mas também para os novos alunos que estão iniciando o curso de Fisioterapia. Se essa ideia tivesse surgido antes, poderíamos ter tido mais cedo um olhar abrangente com relação a todas as áreas de atuação da Fisioterapia.

Como são realizados os encontros, as reuniões da Liga? Vocês têm grupos online? Existe um local fixo na UNIB?

A cada 15 dias nos reunimos antes da aula. Nós também temos um grupo no aplicativo WhatsApp. Por lá conseguimos nos comunicar e repassar informações sobre as atividades da Liga.

Como a Liga contribui para a formação profissional do aluno da saúde?

Não apenas para a saúde, mas a Liga foi um divisor de águas para a nossa turma, e acreditamos que para outras turmas do curso também. A Liga trouxe experiências que não tivemos anteriormente.

Como a Liga contribui para a formação técnica-profissional dos membros?

Além do conhecimento adquirido nas atividades que realizamos, participar da Liga é ótimo para o nosso currículo.

Quais são os maiores desafios da Liga atualmente?

A questão financeira para fazer a Jornada de Fisioterapia do ano passado foi um dos desafios que enfrentamos. Felizmente tivemos a ajuda da comunidade, de alunos e docentes.

Já está sendo programado algo para 2019?

Nós temos ideias de minicursos para o pessoal que está começando, os calouros do primeiro semestre deste ano.

Como o corpo docente participa da Liga?

Os professores do curso de Fisioterapia dão sugestões e fazem críticas construtivas para a Liga. Eles são experientes e contribuem de várias formas para o desenvolvimento do grupo.

Como o corpo discente pode estar por dentro das decisões tomadas pela Liga?

Principalmente através das mídias sociais. Divulgamos tudo o que está acontecendo por lá. Temos uma página no Instagram (@ligaacademicafisio) e no Facebook (Liga Acadêmica de Fisioterapia Multidisciplinar – UNIB).

Quais direitos os membros da Liga dispõem?

Temos direito a 60 horas complementares, o que faz muita diferença no final do semestre.

Como aconteceu o processo de definição da Assembleia Geral e a Diretoria Geral?

Fizemos uma votação, tudo foi de comum acordo. Disparamos um e-mail para todos os alunos do curso de Fisioterapia avisando sobre a Assembleia e a definição dos cargos. Prezamos muito a opinião de cada um.

Existem penalidades para as transgressões do Estatuto?

Sim, temos algumas regras. Por exemplo, para conseguir as 60 horas complementares, é importante que o membro tenha 75% de frequência nos encontros da Liga. Mas não ocorreu nenhuma transgressão.

Quais são as orientações realizadas pelo orientador Wladimir Musetti Medeiros?

O Prof.º Wladimir norteou a Liga sobre o Estatuto, a divulgação e as atividades. Ele fez sugestões para o nosso crescimento. Somos muito gratos!

#insta
#facebook
Copyright © Todos os Direitos Reservados - Universidade Ibirapuera