PROFESSOR DA IBIRAPUERA PARTICIPA DE MAIOR EVENTO CIENTÍFICO DO PAÍS E PROPÕE PROJETO PARA EDUCAÇÃO

Autor(a):

19/07/2009

A Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) reúne milhares de participantes e é considerada um dos principais eventos científicos brasileiros. Nela, são discutidos diversos temas de diferentes áreas do conhecimento.

Entre os participantes estava o coordenador dos cursos de extensão da Universidade Ibirapuera, Professor Alfonso Gomes Paiva.

Paiva apresentou um pôster com o tema: “O ENSINO DE CIÊNCIAS E O CURRÍCULO EM AÇÃO DE UMA PROFESSORA POLIVALENTE”. O trabalho faz uma síntese da pesquisa que procurou responder a questão: como uma professora polivalente (1ª a 4ª série do ensino fundamental) construiu o currículo de ciências em uma turma de 4ª série de uma escola da periferia de São Paulo?

Para o professor, o currículo se constrói na sala de aula, na interação professor-aluno-conteúdo, ou seja, o currículo em ação. Analisando as tarefas realizadas pela professora e por seus 37 alunos, durante o ano de 2006, nas diversas situações didáticas criadas pela prática docente, Paiva conseguiu caracterizar o seu estilo de ensinar sob duas dimensões que estruturam o ensino de ciências, a temática e a metodológica.

Paiva verificou que o estilo de ensinar da professora se caracterizou por um hibridismo didático, o qual transitou entre uma visão instrucional e outra educacional de ensino de ciências. As marcas deixadas na professora pelas disciplinas de química e física, quando ela cursou o ensino médio, influenciaram na seleção dos conteúdos, que foram organizados de forma disciplinar. Já a metodologia de ensino centrou-se no professor. O aluno desempenhava o papel de coadjuvante do processo ensino-aprendizagem. “Esses resultados mostraram a necessidade de políticas públicas sérias de formação continuada, bem como de produção de material didático para esse nível de ensino” explica.

A preocupação do professor com os resultados de sua pesquisa o levou a propor um projeto que articula pesquisa, ensino e extensão: o PIAAC (Projeto de Investigação e Apoio à Alfabetização Científica). Nesse projeto, serão produzidos recursos didáticos de baixo custo e de apoio ao professor para o ensino de ciências na escola básica.

“O objetivo é permitir que os licenciandos e professores possam pesquisar, elaborar e testar novas situações didáticas, considerando as pesquisas atuais na área de ciências, procurando estimular a inovação do estilo de ensinar dos futuros e atuais docentes, além de produzir material de apoio que será elaborado e testado em parceria com as escolas do ensino fundamental e médio,” comenta.

A Reunião da SBPC aconteceu entre os dias 12 e 17 de julho em Manaus, Amazonas. Com o tema: Amazônia: Ciência e Cultura,  o evento apresentou conferências, simpósios, palestras, cursos e  a ExpoT&C 2009, uma exposição na área de Ciência e Tecnologia que reuniu cerca de 120 instituições governamentais, acadêmicas e de apoio e fomento à pesquisa, além de indústria e comércio.

#insta
This error message is only visible to WordPress admins
Error: No posts found.
#facebook