Respondendo suas dúvidas sobre o ENEM 2020!

Autor(a):

Como todo mundo já sabe, o ENEM 2020 foi adiado para este ano, e consequentemente, sofreu algumas mudanças. E, muitas dessas mudanças, por exemplo, a prova digital, será mantida para os próximos anos.

A meta do MEC é que até 2026 as provas sejam 100% digitais, pois é muito importante que exista economia no uso do papel. Esse sistema possui vários benefícios, um deles é em relação a aplicação e o formato, pois não haverá mais os custos com impressão, permitindo inclusive que o concurso aconteça mais vezes durante o ano.

Além disso, as características e os conteúdos das avaliações ficarão mais adaptados ao público que vive em uma era digital, usa a internet para estudar e ter acesso a notícias, reportagens, etc.

Outra coisa também é que as correções das provas serão mais rápidas. Elas serão digitalizadas e não exigirão a inserção de cartão por cartão na máquina de respostas.

Como vai funcionar as provas?

As provas do Enem 2020 serão aplicadas nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021 na versão impressa, e na versão digital, nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro. Foram mais de 5,7 milhões de inscrições confirmadas.

É importante que os participantes levem álcool individual e máscaras para trocar durante o exame. Porém, o Inep também vai fornecer em cada sala o álcool em gel. É importante que todos cheguem com antecedência no local de prova para evitar aglomeração conforme as diretrizes da Organização Mundial da Saúde (OMS).

E o candidato que pegar a Covid-19 ou estiver com alguma outra doença infectocontagiosa perto da data da avaliação terá uma nova chance. Basta ir no site do Inep ou ligar para a Central de Atendimento do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e comunicar o que está acontecendo.

Quais são essas outras doenças infectocontagiosas?

Coqueluche, difteria, doença invasiva por Iaemophilus influenza, doença meningocócica e outras meningites, varíola, Influenza humana A e B, poliomielite por poliovírus selvagem, sarampo, rubéola e varicela.

Tenho certeza que você está esperando algumas dicas para não tomar susto no dia da prova, né? Então, se liga:

  • Para se identificar é preciso apresentar documento oficial com foto, como carteira de identidade ou de motorista;
  • Levar caneta de tinta preta fabricada em material transparente para preencher o cartão de respostas;
  • Ficar de olho no horário. O edital aconselha chegar ao local às 12h, no horário de Brasília (DF), e se apresentar na porta da sala de prova até às 13h;
  • Antes de entrar na sala, o participante precisa guardar, em envelope porta-objetos, a Declaração de Comparecimento impressa, o telefone celular e quaisquer outros equipamentos eletrônicos desligados. Portar eletrônicos durante a prova pode eliminar o candidato;
  • Não é permitido usar óculos escuros, boné, viseira, gorro e portar itens como caneta de material não transparente, livros, anotações, calculadoras e equipamentos eletrônicos;
  • Em razão da Covid-19, os estudantes devem usar máscara durante o período de aplicação da prova. Elas podem ser retiradas apenas no momento de identificação pelo fiscal de provas para que os candidatos bebam água e façam lanche.

Quais serão as datas para a realização da prova?

As provas impressas serão aplicadas nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021 e a versão digital nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro.

Em relação ao formato da prova, ele continua sendo o mesmo, contando com questões de Linguagens e Códigos, Ciências Humanas, Ciências da Natureza e Matemática, totalizando 180 itens, além da redação.

No primeiro dia de prova serão realizadas a redação, 45 questões de Linguagens e Códigos e 45 questões Ciências Humanas. E, por fim, no segundo dia, 45 questões de Ciências da Natureza e 45 questões Matemática.

Quais serão as datas para a divulgação do resultado?

O resultado está previsto para o dia 29 de março de 2021. O gabarito normalmente é liberado antes do resultado final, mas não possui previsão de data.

Como as provas digitais fazem parte de um método novo, tenho certeza que você, estudante, deve estar cheio de dúvidas sobre como vai funcionar. Fique tranquilo! Nós da UNIB esclarecemos algumas delas para você!

Quem poderá participar?

  • Os estudantes que já concluíram o Ensino Médio ou os que irão concluir até o final do ano. Neste caso, não haverá opção para treineiros
  • Também não serão aplicadas provas digitais neste ano para os participantes que necessitam de atendimento especial do Enem, como recursos de acessibilidade.

Em quais locais serão aplicadas as provas digitais do Enem?

Os locais de prova serão determinados pelo Inep e deverão apresentar uma infraestrutura adequada para receber os computadores onde serão aplicados os exames. Nos computadores os participantes terão acesso apenas ao sistema de prova, ficando impossibilitados de acessar a internet ou outros documentos.

As provas serão iguais para as duas modalidades?

  • Não. A prova do Enem Digital terá o mesmo formato das provas tradicionais, com 180 questões e a redação, porém as perguntas serão diferentes, já que as provas serão aplicadas em datas diferentes;
  • O nível de dificuldade das provas será o mesmo, por causa da Teoria de Resposta ao Item (TRI), assim como o tempo de resolução das questões;
  • No caso da redação, os temas também serão diferentes, e ela continuará sendo feita de forma manuscrita.

E aí, conseguiu entender como vai funcionar? Algumas de suas dúvidas foram esclarecidas?

Esperamos que sim! Caso a resposta seja negativa, saiba que já fizemos diversas matérias sobre o ENEM 2020 e programas educacionais. 

Acesse nosso blog: BLOG | Universidade Ibirapuera

#insta
This error message is only visible to WordPress admins
Error: No posts found.
#facebook