Conheça as 10 dúvidas mais frequentes em relação à pós-graduação!

Autor(a):

Muitos estudantes, ao fazerem a graduação, já pensam em engatar em uma pós, assim que acabam o curso superior. Entretanto, aparecem algumas dúvidas como: O que devo fazer agora? É o momento certo? Como faço para escolher a opção certa? Qual é o meu objetivo com essa pós?

Alguns alunos já estão no mercado de trabalho e se perguntam também como aprimorar seus conhecimentos, pois percebem que o que sabem não é o suficiente e precisam de algo para poderem crescer.

Todo mundo sabe que a concorrência só aumenta, então daremos algumas dicas para você alavancar sua carreira. 

Vamos começar falando das dúvidas mais frequentes.

Mas antes disso, vamos mostrar a você, rapidinho, o que é uma pós- graduação.

São cursos realizados após o término da graduação, seja de bacharelado, de tecnólogo ou de licenciatura. Nesses cursos se encontram as especializações, os mestrados e os doutorados.

Agora que você leu resumidamente o que é uma pós-graduação, talvez esteja se perguntando: “Ué graduação e especialização não são a mesma coisa?”, “Não sabia que mestrado e doutorado faziam parte da pós” …

Essas podem ser algumas das dúvidas. Desse modo, vamos dar algumas dicas e apresentar a você as 10 maiores dúvidas em relação a pós-graduação.

  1. Como funciona uma pós-graduação?

Os cursos de pós-graduação são divididos em dois formatos, stricto sensu e lato sensu, os quais apresentam uma carga horária diferente uma da outra, além de conferir titulações distintas ao aluno. O modo como ambas as modalidades são conduzidas, desde os requisitos para o ingresso até a conclusão da pós, também diferem de um tipo de curso para o outro.

  1. O que são stricto sensu e lato sensu, e quais suas diferenças?

Lato sensu designa todo curso que se segue à graduação e é destinado ao aperfeiçoamento e à especialização em uma determinada área do conhecimento, limitada ao saber ou à profissão.

O estudante que concluir esse tipo de curso será considerado um especialista no tema, com conhecimentos que podem e devem ser aplicados no seu dia a dia profissional. Além disso, irá garantir uma grande vantagem profissional competitiva diante dos concorrentes no mercado.

Já a pós-graduação stricto sensu conduz à obtenção de um grau acadêmico, que são divididos em mestrado e doutorado. É recomendado para pessoas que têm objetivo de atuar na área acadêmica.

Diferente dos cursos lato sensu, no qual o estudante ganha um certificado, o stricto sensu dará a você um diploma com a titulação de mestre ou doutor. 

  1. Como faço para ingressar em uma pós graduação?

Como você já deve saber, o primeiro passo para se inscrever em uma pós é ter um diploma de graduação. Depois disso, há outros critérios determinados por cada instituição, porém existem três que são obrigatórios: 

  • Análise curricular;
  • Aplicação de prova ou análise de projeto de pesquisa;
  • Análise de requisitos.

Dentro desses critérios, você passar por quatro etapas:

  • prova escrita;
  • exame de proficiência em uma língua estrangeira;
  • análise do anteprojeto;
  • entrevista.

4. Qual é a duração de uma pós- graduação?

Na especialização Lato Sensu, os cursos têm duração mínima de 360 horas. 

Já na Stricto Sensu, funcionam de forma diferente. Caso você opte pelo mestrado, a duração dele é de 18 a 24 meses, em relação ao doutorado, a duração é maior, de 24 a 42 meses.

  1. Como assim, a especialização e pós não são a mesma coisa?

Chamamos de pós-graduação todos os cursos superiores feitos depois da graduação: lato sensu e stricto sensu. Lato sensu podem ser especializações e MBA (Master of Business Administration, ou Mestre em Administração de Negócios) e stricto sensu: mestrado, doutorado e pós-doutorado.

  1. Posso fazer uma pós- graduação em uma área diferente da graduação?

Pode sim, pois o único critério exigido pelo MEC é o diploma de nível superior, porém existem áreas como a de Direito, que para você atuar necessita da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

  1. Para fazer mestrado ou doutorado é necessário ter uma especialização?

Não é necessário. Qualquer aluno que tenha uma graduação pode fazer um curso de mestrado ou doutorado, mas na contagem dos títulos, isso pode influenciar em sua aprovação diante do número de vagas e candidatos.

  1. É preciso cursar mestrado antes de começar um doutorado?

Apesar da legislação não obrigar ter o título de mestre, as instituições de ensino exigem este título para que você comece o curso de doutorado. Porém não são todas.

  1. Qual a diferença entre mestrado e doutorado?

As diferenças entre eles são:

  • carga horária, pois no doutorado existem as pesquisas de campo;
  • duração;
  • aprofundamento;
  • dissertação. No mestrado você deve apresentar as considerações e análises sobre um tema. Já no doutorado você apresenta uma nova visão sobre um tema.
  1. O desenvolvimento do TCC é obrigatório?

Com toda certeza. O desenvolvimento do Trabalho de Conclusão de Curso é inerente aos cursos de pós-graduação da maioria das instituições de ensino. Portanto, independentemente da modalidade de pós-graduação escolhida, é bem provável que deverá elaborar um TCC ao fim da sua formação.

E, aí? Suas dúvidas sobre pós graduação estão entre as dez maiores? Foram respondidas?

Se caso você queira saber mais sobre esse assunto acesse:

Lato Sensu ou Stricto Sensu?

Conheça as vantagens de fazer uma pós-graduação

Mestrado ou doutorado: Qual escolher?

Pensando em ingressar em uma pós? Aproveite e acesse o site da Unib e confira as melhores opções para você!! 

 

#insta
This error message is only visible to WordPress admins
Error: No posts found.
#facebook