JORNADA DE FISIOTERAPIA

Autor(a):

29/05/2012

Profissionais abordam temas como recursos terapêuticos, atuação profissional e empreendedorismo para ampliar a experiência dos estudantes. Confira imagens do evento

Nos dias 24 e 25 de maio, a Universidade Ibirapuera realizou a Jornada de Fisioterapia. O evento promoveu o conhecimento e atualização sobre recursos terapêuticos atuais e promissores por meio de palestras ministradas por profissionais altamente qualificados.

No primeiro dia, os presentes aprenderam um pouco mais sobre o uso de anti-inflamatórios em lesões do aparelho locomotor. A palestra foi proferida pela Professora Sabrina Lúcio Soares Sími, docente da Universidade Ibirapuera.

Em seguida, José Florentino, que atua há mais de 20 anos na Prefeitura de São Paulo com dependentes químicos, falou sobre o trabalho do profissional de saúde nessa área.

De forma clara, o convidado explicou aos presentes os tipos de drogas, as formas de tratamento e como procurar ajuda. Houve participação do público.

Ao final, José Florentino distribuiu um livro com informações e endereço de postos que oferecem ajuda a familiares e dependentes.

O evento também contou com a apresentação de painéis científicos de alunos da graduação. Os discentes relataram o aprendizado que tiveram a partir dos estudos realizados para a confecção dos banners.

“A experiência foi gratificante. Aprendemos muito no trabalho de pesquisa. A parte mais difícil foi resumir tudo o que sabíamos em um painel”, contam as alunas Camila e Maura, que expuseram sobre uma inflamação conhecida como Joelho de Saltador.

No último dia, a Jornada de Fisioterapia abordou o tema “ATM: Importância para o fisioterapeuta e tratamentos alternativos”. A apresentação foi realizada pelo Prof. Cyro Eduardo de Carvalho Ottoni, coordenador do curso de odontologia da UNIB.

Ao final, a fisioterapeuta Maria de Las Gracias apresentou uma nova forma de trabalho aos futuros profissionais: a fisioterapia itinerante e como acontecem seus atendimentos. Formada pela Universidade Ibirapuera, ela criou uma clínica que funciona em um ônibus.

“Estudei fisioterapia para realizar esse sonho, poder estar ao lado dos pacientes e ajudar quem mais necessita”, conta Maria, que mantém o projeto há quatro anos ao lado de uma equipe de fisioterapeutas e um motorista.

O ônibus-clínica, que circula pela zona Sul de São Paulo conta com sala de espera, consultórios com macas, cozinha, chuveiro e banheiro, além de um espaço reservado aos equipamentos fisioterápicos.

Segundo Gracias, são vários os motivos para a dificuldade de acesso da população a estes tratamentos. Além da falta de divulgação dos benefícios da fisioterapia, não há clínicas suficientes nos bairros periféricos.

“A fisioterapia é essencial para vários problemas de saúde. E trabalhamos para que nossos pacientes tenham recuperação rápida, pois muitos deles necessitam do trabalho para manterem suas famílias”, destaca Gracias.

Ao final da apresentação, todos os presentes puderam conhecer o ônibus e tirar eventuais dúvidas.

 

< VOLTAR

#insta
This error message is only visible to WordPress admins
Error: No posts found.
#facebook