MERCADO DE TRABALHO

Autor(a):

15/06/2012

O meio ambiente, a saúde, o entretenimento e a tecnologia são os direcionadores dos bons ventos que podem soprar em solo nacional. As perspectivas para os próximos anos são animadoras para o Brasil, segundo especialistas. E os grandes responsáveis são as Olimpíadas, que acontecem em 2016, e a Copa do Mundo, em 2014.

“As áreas mais promissoras são aquelas relacionadas à construção civil, arquitetura, administração, economia, advocacia, turismo, sustentabilidade e a área de esporte”, revela o Professor Augusto Roque, mestre em Administração, consultor e docente da Universidade Ibirapuera.

Sobre o esporte, o Professor Carlos Gomes Ventura, Técnico da Seleção Brasileira de Atletismo, docente do curso de Educação Física da UNIB, afirma que as vagas já estão abertas. “Mesmo alguns anos antes dos eventos, estão abertos leques de vagas. Todos os que se interessam em evoluir terão oportunidades no mercado”, alerta.

Prof. Augusto Roque

 

O docente revela que há chances para árbitros, propagandistas, profissionais que cuidam das logísticas das competições, do marketing e da administração esportiva.

Mas não é qualquer profissional que vai ser capaz de dar conta do recado. E aí está o desafio: as perspectivas só podem ser transformadas em realidade pelos mais preparados. “O cenário é positivo, mas exigirá capacidade para fazer com que as oportunidades virem negócio. Quem tiver uma boa qualificação pode direcionar a sua vida profissional para aproveitar este movimento”, ensina Roque.

Onde buscar conhecimento e oportunidade?

Para conhecer, é preciso estudar e garantir que a educação acompanhe as necessidades. Em suas aulas, no curso de Administração, o professor Roque acredita no enfoque à inovação para que o profissional possa ser uma ferramenta de múltiplos usos, aproveitando todas as oportunidades. “O desenvolvimento de plano de negócios focados na inovação e na aplicação de novas ideias, sempre com vistas à sustentabilidade e ao desenvolvimento humano são modelos utilizados na preparação dos futuros profissionais”, explica.

A dica de Carlão, na área de esporte, é que estudantes e profissionais procurem pelo Comitê Olímpico ou pelas Federações Esportivas de seus Estados. “As entidades promovem cursos para aprimorar o conhecimento. Já quem deseja uma vaga pode fazer inscrição como voluntário. É uma chance para mostrar um trabalho de qualidade”, ensina.

Prof. Carlão

< VOLTAR

#insta
This error message is only visible to WordPress admins
Error: No posts found.
#facebook