Redação do ENEM: Tudo o que você precisa saber sobre o uso de conectivos

Autor(a):

Um dos segredos pra arrasar na redação do ENEM ou naquele trabalho da faculdade é saber usar os conectivos adequadamente. Os conectivos, como o nome já sugere, são palavrinhas ou expressões que conectam frases, orações, períodos e/ou parágrafos no seu texto. São eles que vão deixar o seu texto mais fluido e agradável na leitura, pois estão muito ligados à coesão, uma das competências avaliadas pela banca de correção do ENEM e vestibulares Brasil afora.

Por que eles são tão importantes?

Os conectivos são essenciais para qualquer texto, porque eles são a argamassa que dá aquela liga no texto, sabe? Falando especificamente do ENEM, os conectivos são avaliados em pelo menos 3 das 5 categorias de análise.  Assim, dominar o uso dessas pequenas palavrinhas faz com que seu texto não seja apenas um amontoado de frases soltas, mas uma organização de ideias com começo, meio e fim. Pensando nisso, separamos umas dicas quentes pra não errar na hora de escrever, olha só!

Para adicionar

Quando você vai adicionar uma ideia no seu texto, o ideal é que ela esteja ligada à ideia anterior por meio de um conectivo. Alguns dos conectivos que podem ser utilizados para essa finalidade são:

  • e;
  • mais;
  • nem;
  • também;
  • não só;
  • assim como;
  • como também;
  • ademais;
  • outrossim;
  • além disso;
  • em adição.

Olha como um conectivo faz diferença:

“Maria é graduada em Pedagogia. Maria é diretora desta escola. Ela está a frente de vários projetos.”

“Maria é graduada em Pedagogia , além disso é diretora desta escola está a frente de vários projetos.”

 

Para contrapor

Para colocar duas ideias em oposição dentro do seu texto, experimente usar conectivos variados, fugindo da repetição do mas, que é um dos conectivos mais usados.

  • mas;
  • porém;
  • todavia;
  • contudo;
  • entretanto;
  • no entanto;
  • senão;
  • embora;
  • ainda que;
  • mesmo que;
  • mesmo quando;
  • apesar de que;
  • se bem que;
  • não obstante.

Para alternar

Para apresentar ideias alternadas, você deve usar conectivos que liguem as duas sentenças em alternância. Confira alguns exemplos:

  • ou;
  • ora;
  • já;
  • quer;
  • seja;
  • talvez.

Se você ficou na dúvida, olha aqui dois usos desses conectivos “Ora você quer sair, ora quer ficar em casa” ou “Eles se gostam muito, seja como amigos, seja como namorados”.

Para explicar

Ao inserir uma explicação no seu texto, tente usar um destes:

  • pois;
  • porque;
  • que;
  • porquanto;
  • por isso;
  • assim;
  • visto que;
  • já que;
  • uma vez que;
  • por conseguinte;
  • por causa de;
  • em virtude de.

Atenção: tente diversificar o uso dos conectivos explicativos, evitando a repetição do queridinho “porque”.

Para comparar

Se você quer comparar duas ideias entre si, também é ideal usar alguns conectivos como:

  • que;
  • do que;
  • mais que;
  • menos que;
  • tão…quanto;
  • tão…como;
  • tanto…quanto;
  • tão…como;
  • tal qual;
  • da mesma forma;
  • da mesma maneira;
  • igualmente;
  • bem como.

Você pode dizer, por exemplo, que “João foi bem em matemática, bem como em química” ou “Laura é tão legal quanto eu”.

 

Para concluir

Na hora de fechar um parágrafo ou iniciar seu parágrafo de conclusão, os conectivos conclusivos são essenciais. Alguns deles são:

  • logo;
  • portanto;
  • então;
  • assim;
  • enfim;
  • por isso;
  • por conseguinte;
  • de modo que;
  • dessa forma;
  • em resumo;
  • em síntese;

Curtiu? Bora aplicar o uso desses conectivos e escrever textos nota 1000.

 

 

 

 

 

#insta
#facebook