Pensou em cursar Jornalismo, porém não quer trabalhar na televisão ou no rádio? Veja como é o mercado de trabalho para um jornalista!

Autor(a):

Um jornalista é aquele que apura, investiga e relata histórias e informações de interesse público em forma de notícias, reportagens, artigos ou entrevistas. Ou seja, tudo que a sociedade precisa ver, o que é importante para ela.

Por causa do jornalista checar e informar tudo de importante à sociedade, ele tem grande importância na manutenção da democracia. 

Este profissional possui várias opções de atuação no mercado de trabalho, como repórter, editor, diagramador, pauteiro, redator, chefe de reportagem, colunista, fotojornalista, apresentador, sendo um locutor ou âncora, e também pode trabalhar como assessor de imprensa. 

Que tal conhecer mais a fundo algumas profissões que estão crescendo nesse meio e que você deve ficar de olho?

Jornalismo esportivo

Curte esportes? Saiba que essa é uma área perfeita para você! O jornalismo esportivo se dedica à cobertura de fatos, notícias e demais temas relacionados ao esporte. Podendo trabalhar em cobertura de eventos, como Copa do Mundo, executando os bastidores, assessorando times e ligas, e também trabalhando em várias mídias, sendo elas televisão, rádio, jornal, redes sociais, entre outras.

É uma das áreas de atuação do Jornalismo que mais exige do profissional conhecimento específico desse segmento para que consiga se destacar e fazer um trabalho de qualidade.  Além disso, ter um bom relacionamento com equipes, técnicos e outros colegas da área também faz com que se tenha um diferencial.

Jornalismo digital

Para você, que é louco pelo mundo digital, essa é uma ótima opção. Aqui o profissional é responsável por criar um planejamento estratégico, produzir temas relevantes para publicação em sites, portais e blogs de notícias ou corporativos. E, também, cuidar da manutenção dessas plataformas, onde se encontram os posts.

Um profissional muito conhecido nesta área é o Social Media. Ele cuida das redes sociais, alimentando-as com conteúdos, observando concorrentes e tendências e, também, cuida da imagem de uma instituição em relação ao público, respondendo a dúvidas, críticas, elogios e comentários em geral.

Assessoria de imprensa

A assessoria de imprensa é uma das mais famosas áreas do jornalismo. Este segmento é responsável por mediar relações entre a imprensa e o cliente, sendo seu porta-voz ao representar seus interesses frente ao público. 

O jornalista que trabalha como assessor pode representar pessoas físicas, empresas do setor privado, instituições públicas, entre outras opções.

Com funções mais voltadas ao jornalismo corporativo, o objetivo deste profissional é elaborar estratégias para cuidar da imagem do cliente como a produção de releases, acompanhamento de tudo o que é noticiado sobre ele (clippings), observando se possui veracidade ou não, sugestões de pautas e agendamento de entrevistas. Para isso, é necessário que ele conheça muito bem os interesses do seu cliente, do público-alvo e preveja os possíveis riscos que possam ocorrer.

Além de trabalhar com a imagem, atualmente, o assessor de imprensa vem ganhando grande espaço nas redes sociais, produzindo conteúdos e interagindo com os seguidores.

Produção

Essa é uma área na qual o jornalista atua na sugestão de pautas, busca de fontes, personagens e informações, agendamento de entrevistas e orientação ao repórter que vai a campo para a conclusão da matéria.

Para isso é necessário que este profissional esteja antenado com os principais acontecimentos, entenda bem o público-alvo e conheça as tendências que podem se tornar notícia.

Reportagem

Sonho de muitos, trabalhar como repórter é procurar fontes e personagens, apurar sua veracidade, entrevistar pessoas, ouvir diferentes pontos de vista e reunir todas as informações necessárias para criar matérias.

Um repórter pode atuar na mídia televisiva, em jornais, rádios e na internet. Fazendo reportagens, colhendo informações, conversando com fontes, e atuando em produções independentes, podcasts, blogs, entre outras ferramentas.

Nunca se esqueça que o repórter é a essência do jornalismo!!

Agora que você já sabe qual o papel de um jornalista, suas funções e algumas áreas de atuação. Bora conhecer os tipos de jornalismo!!

Para identificar os tipos de jornalismo é importante pensar em suas classificações, ou seja, se é de acordo com o meio de transmissão ou do tipo de informação.

Para o tipo de informação existem as seguintes vertentes:

  • Jornalismo esportivo: se dedica à cobertura de fatos, notícias e demais temas relacionados ao esporte.
  • Jornalismo cultural: o jornalista trabalha com fatos relacionados à cultura local, nacional e internacional, em suas diversas manifestações – como artes plásticas, música, cinema, teatro, televisão, folclore e afins. 
  • Jornalismo investigativo ou policial: refere-se à prática de reportagem especializada em desvendar mistérios e fatos ocultos do conhecimento público, especialmente crimes e casos de corrupção. 
  • Jornalismo econômico: é o trabalho jornalístico com fatos relacionados à economia do país, da cidade ou do mundo, além de temas relacionados como tecnologia, emprego e mercado imobiliário. 
  • Jornalismo político: o jornalista trabalha com os assuntos relacionados à política, ao parlamento, aos partidos e a todas as esferas de poder formal na sociedade. 
  • Jornalismo científico: é a área que trabalha com fatos relativos à ciência, à tecnologia, à informática, à arqueologia, à astronomia e à exploração espacial, além de outras atividades de pesquisa. 
  • Jornalismo ambiental: o profissional desenvolve seu trabalho relacionados aos temas ligados ao meio ambiente, à ecologia, à fauna, à flora e à natureza em geral, particularmente no que diz respeito às consequências de iniciativas de desenvolvimento no meio ambiente e na biodiversidade. 
  • Jornalismo educacional:  refere-se à prática de reportagem em relação a temas de educação, ao ensino, à pedagogia, à vida escolar, colegial e universitária.

De acordo com meio de transmissão, o jornalismo é dividido em:

  • Jornalismo impresso: é o trabalho jornalístico em jornais e revistas que enviam informações escritas ou no papel.
  • Jornalismo de rádio: é a transmissão de informações e notícias por meio do rádio.
  • Jornalismo audiovisual: é a famosa transmissão de notícias pela televisão, como jornais e debates.
  • Fotojornalismo: é a utilização da fotografia de um modo jornalístico, representando protesto ou cenários de catástrofes naturais, por exemplo.
  • Jornalismo multimídia: é o trabalho jornalístico pela internet com a reunião de diferentes segmentos, como o rádio, o impresso e a televisão em uma mesma reportagem. 

É imprescindível que o profissional de jornalismo seja flexível e capaz de adaptar a linguagem, o enfoque e o conteúdo das suas produções. Ao longo de sua trajetória, o jornalista pode ainda se especializar, tornando-se um profissional experiente na cobertura de um determinado segmento, como política, esportes, moda ou cultura.

Esperamos que tenha gostado de conhecer essa profissão! Se gosta desse tipo de conteúdo, acesse o nosso blog. Lá, trazemos dicas e também apresentamos outras profissões, como:

Confira tudo que você precisa saber sobre a formação de Enfermagem!

Entenda tudo sobre as profissões e especializações na área de Direito!

Confira tudo que você precisa saber sobre o curso de Farmácia!

 

#insta
This error message is only visible to WordPress admins
Error: No posts found.
#facebook