Conheça como é feita a avaliação do MEC, e veja o quão importante ela é!

Autor(a):

Se você já pesquisou sobre alguns cursos de graduação ou até mesmo fez a prova do ENEM, provavelmente já deve ter ouvido falar do MEC.

MEC é um órgão do Governo Federal responsável por assuntos relacionados à educação. Por isso, se você quer saber mais como funciona o MEC, confira a seguir nossa matéria!

Confira também:

 

Conheça como é feita a avaliação do MEC, e veja o quão importante ela é!

Após saírem do ensino médio, a maioria dos alunos querem ingressar direto na faculdade, sem perder tempo. E para isso acontecer, além de decidirem o curso ideal, é muito importante escolher a instituição de ensino em que estudarão.

Mas isso não é uma tarefa simples.  Afinal, saber sobre a estrutura da instituição, a qualidade do corpo docente, dentre outros fatores que determinam que os alunos escolham uma determinada faculdade cabe ao MEC.

Por isso, é neste contexto que entra a avaliação do MEC, pois ele analisa  se as faculdades estão aptas para receberem alunos e darem o diploma em diferentes áreas.

Como saber se uma faculdade é reconhecida pelo MEC?

Primeiramente, antes de explicarmos como funciona, gostaríamos de lembrar que a sua experiência no curso está ligada à estrutura e à qualidade do ensino da universidade, sem falar que ter estudado em uma instituição de qualidade pode ser um diferencial no mercado de trabalho.

Aliás, tenho certeza que você já escutou alguém falando sobre este assunto. Ou então, já podem ter te perguntado se a faculdade em que estuda  é reconhecida pelo MEC.

Mas se você não conhece o MEC e o sistema de avaliação, fique tranquilo, pois vamos te explicar quais são os critérios durante esta matéria.

Além disso, nesta matéria será abordado tudo que você precisa saber sobre Avaliação do MEC. 

Porém, antes de tirar todas as suas dúvidas, queremos te fazer uma pergunta… Você sabia que a UNIB tem nota 4 no MEC? 

Pois é, então não deixe pra amanhã pode ser feito hoje! Acesse nosso site, escolha um curso que combine com você e venha estudar com a gente!!

Além disso, você sabia que…

Entrar em uma instituição e depois descobrir que ela não é credenciada, não é nada bom, pois pode causar alguns problemas no futuro, uma vez que o aluno não tem um diploma validado.

Isso pode fazer com que o aluno enfrente problemas para ser admitido por uma empresa e também não poderá participar de um concursos, por exemplo.

E para a verificação dessa informação, basta acessar o edital do vestibular da instituição, verificando se a data da seleção foi autorizada e publicada no Diário Oficial da União.

Além disso, no site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), você consegue visualizar cursos e instituições que estão devidamente credenciados.

Como funciona o sistema de avaliação do MEC?

Um curso superior não surge do nada e toda a regularização, de maneira geral, depende da avaliação e autorização do MEC.

Este processo é conduzido pelo Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), tendo como base três principais componentes avaliativos: a instituição, os cursos e o desempenho dos estudantes.

Contudo, com base nesses componentes outros critérios mais específicos são avaliados, como:

  • Projeto pedagógico;
  • Qualificação do corpo docente;
  • Instalações físicas;
  • Responsabilidade social;
  • Satisfação dos alunos;
  • Gestão da instituição, etc.

E também, a partir desses dados as instituições podem ser classificadas de três formas:

  • Faculdades: Geralmente, têm cursos em áreas específicas e o foco no mercado de trabalho, mas também favorecem a carreira acadêmica;
  • Centros Universitários: Estão no entre a faculdade e a universidade. Têm mais de uma área, porém, não muitas, ficando entre 2 ou 3.
  • Universidades: Maior foco na pesquisa e são compostas por várias faculdades, não tendo área específica para os cursos.

Lembrando que essa divisão é feita para que o MEC consiga ter controle sobre as características de cada uma delas e para que não ocorram falhas na hora das avaliações.

Além desses fatores, o MEC utiliza instrumentos de avaliação que analisam outros critérios, mais especificamente, o Enade, o CPC e o IGC.

Se assustou com tantas siglas? Calma aí, vamos explicar para você!!

Enade

Exame Nacional de Desempenho de Estudantes é uma prova obrigatória em todas as instituições de ensino e destinada a quem está terminando e começando os cursos de graduação.

A cada ano, cursos específicos são selecionados para participar da prova, que tem caráter indispensável para os participantes, essas avaliações vão acontecer em um ciclo de três anos.

Seu objetivo é avaliar a performance dos alunos em relação aos conteúdos, atividades, habilidades e competências programadas nas diretrizes de cada curso. O resultado geral de cada curso é crucial para o CPC, o próximo instrumento de avaliação.

CPC

Conceito Preliminar de Curso avalia cada curso de graduação separadamente, levando em consideração alguns fatores: o resultado do Enade, a satisfação dos alunos em relação à universidade e às condições do curso, o corpo docente, a infraestrutura e a organização didático-pedagógica.

Funciona assim da seguinte maneira: cada curso recebe uma nota de 1 a 5. Aqueles que forem avaliados com notas 1 ou 2 recebem visitas técnicas de analistas do MEC para avaliar suas condições.

Os  alunos que recebem nota 3 são considerados regulares e entre 4 e 5 são considerados cursos de excelência. Os resultados são divulgados anualmente na página do CPC no site do Inep.

IGC

Índice Geral de Cursos (ICG) é considerado o principal indicador pelo MEC e pelas universidades. Esse índice é calculado a partir da média dos resultados do CPC e do Enade no ciclo de 3 anos. E tem o objetivo de avaliar, de forma mais ampla, as instituições de ensino

ICG também utiliza notas de 1 a 5, sendo que a instituição que tirar nota abaixo de 3 tem o desempenho considerado insatisfatório.

O índice, que representa o conceito da universidade como um todo, também avalia a qualificação e a dedicação integral dos professores, assim como a didática da instituição.

Agora que você já sabe como funciona, dê uma olhadinha na importância que essa avaliação tem!!

Entender como funciona a nota do MEC pode ser muito útil para quem deseja ingressar em uma faculdade.

Afinal, é essa avaliação que possibilitará uma escolha mais acertada, já que ela filtra resultados com base em fatores importantes na instituição, como estrutura, corpo docente e principalmente, a qualidade do ensino.

E também traz segurança, pois a partir dela, a faculdade e os cursos são avaliados, reconhecidos e fiscalizados.

  • Para um diploma ter validade no território brasileiro, o reconhecimento pelo MEC é indispensável. Então, investigue muito bem a instituição que escolher.
  • Com a qualificação e reconhecimento seu ensino e formação será de qualidade, fazendo com que você tenha uma carreira brilhante.

E aí, conseguiu matar todas as suas curiosidades? Está interessado em ingressar em uma faculdade?

Entre em contato conosco da UNIB pelo site: https://www.ibirapuera.br/

#insta
This error message is only visible to WordPress admins
Error: No posts found.
#facebook