Você já conhece os programas PROUNI, SISU e FIES?

Autor(a):

PROUNI, SISU e FIES

Conheça cada um e veja a diferença que existe entre eles!

Sisu, Prouni e FIES são siglas muito presentes no cotidiano de quem está prestes a ingressar no ensino superior. Apesar de representarem três formas de começar uma faculdade, cada um deles está voltado para públicos e objetivos distintos. É fundamental conhecê-los e, principalmente, saber diferenciá-los para fazer a escolha mais adequada.

Para ajudarmos na sua escolha, vamos te mostrar a seguir o que é cada um deles.

Leia mais:

Saiba como melhorar seu rendimento no EaD

Como funciona o estágio no EaD?

Quer praticidade e ensino de qualidade? Tudo isso você encontra no EaD

Saiba como escolher o melhor curso EaD para você

Conheça os cursos EaD que mais ganham alunos

Faça uma graduação EaD e economize

Confira vantagens de ser aluno EaD

Sisu

O Sisu, Sistema de Seleção Unificada, é o sistema implementado pelo Ministério da Educação que reúne as vagas da rede pública de ensino superior de todo o país. Ele é usado para preencher vagas em universidades públicas usando a nota do Enem. 

Este sistema já substituiu o vestibular tradicional em diversas instituições públicas de todo o Brasil e algumas reservam uma parte de suas vagas para esse processo seletivo.

Para se inscrever, o candidato precisa ter realizado o Enem do ano anterior e ter concluído o ensino médio até a data da matrícula. Conforme as regras do programa, cada candidato pode fazer até duas opções de curso por ordem de preferência, instituição, local de oferta, turno e modalidade de concorrência. Cada curso exige uma nota mínima, que pode ser consultada no momento da inscrição. Não há limite de renda para participar.

Os inscritos que obtiverem as melhores notas são selecionados para o preenchimento das vagas, que são limitadas. Alguns cursos podem determinar pesos diferenciados entre as áreas de conhecimento. 

O Sisu funciona da seguinte maneira: o candidato se inscreve, escolhe duas opções de curso entre as vagas disponíveis e o sistema preenche automaticamente as vagas, em ordem decrescente de nota do Enem (primeiro entram os que têm a nota mais alta). Os selecionados precisam levar os documentos e fazer a matrícula presencialmente na faculdade para não perder a vaga.

Prouni

O Prouni é um programa do governo federal que oferece bolsa de estudos parciais e integrais em faculdades privadas, aos estudantes de baixa renda.

O alvo do programa são os estudantes que concluíram o ensino médio em escola pública ou que tiveram bolsa de estudos integral em escolas particulares e que possuam renda familiar per capita de até três salários mínimos. Professores da rede pública de ensino básico que pretendam cursar Licenciatura e pessoas com deficiência também podem ser beneficiados.

Pare se inscrever é preciso ter feito a edição mais recente do Enem, com pelo menos 450 pontos na média das provas objetivas e nota maior do que zero na redação. 

O Prouni funciona da seguinte maneira: o candidato se inscreve, escolhe duas opções de curso entre as vagas disponíveis e o sistema preenche automaticamente as vagas, em ordem decrescente de nota do Enem (primeiro entram os que têm a nota mais alta). Os selecionados precisam levar os documentos e fazer a matrícula presencialmente na faculdade para não perder a vaga.

Fies

O FIES é um programa de financiamento estudantil destinado a ajudar brasileiros de baixa renda a pagarem a mensalidade da faculdade particular.

Para se inscrever é preciso ter feito o Enem a partir de 2010, com pelo menos 450 pontos na média das provas objetivas e nota maior do que zero na redação. É preciso ter renda familiar bruta mensal de no máximo 2,5 salários mínimos por pessoa.

O programa funciona da seguinte maneira: o candidato se inscreve no processo seletivo pela internet e escolhe o curso dentre as opções disponíveis. As vagas são preenchidas de acordo com o desempenho no Enem. Os pré-selecionados devem se cadastrar em outro sistema para dar início ao processo de financiamento. Em seguida, devem comprovar a documentação na faculdade para a qual foram selecionados e depois apresentar uma outra série de documentos para contratar o financiamento no banco. Durante o curso e até 18 meses depois de formado, o estudante só paga o valor referente aos juros do financiamento, em boletos trimestrais. Um ano e meio depois da formatura, começa a quitar a dívida, em parcelas mensais, com prazo de vários anos.

E aí, entendeu o que é e como funciona cada um deles? Então agora que já sabe qual o melhor para você, veja a diferença entre eles!

A principal diferença entre eles é:

  • Sisu: é apenas um processo seletivo para instituições públicas de ensino superior;
  • Prouni: é um programa que concede bolsas de estudos;
  • Fies: é um empréstimo estudantil.

Mas além dessa principal diferença, existem outras, como os custos e as instituições participantes. O Sisu conta com faculdades em todo o país, mas apenas as públicas. Já o Prouni e o FIES contam com milhares de faculdades e cursos, facilitando o acesso à educação superior.

Mas e aí futuro candidato, agora que já tem a sua escolha, você sabe como que vai funcionar esses processos durante a pandemia?

Se não sabe, confira aí tudo que você precisa saber:

Por conta da pandemia, o Enem teve de ser adiado e, consequentemente o seu resultado também, o qual sairá apenas em março. Ou seja, quando as inscrições para alguns processos seletivos já estarão encerradas.

Para o Prouni só será aceito os participantes do ENEM de 2019, já no Fies quem participou a partir de 2010 pode se inscrever.

Já em relação ao Sisu, o MEC informou que as inscrições para este processo serão abertas em abril, ou seja, após a divulgação das notas do ENEM 2020.

E agora, tudo esclarecido, né? Então não perca as datas de inscrição para o Prouni  e Fies.

#insta
This error message is only visible to WordPress admins
Error: No posts found.
#facebook